Por que Joe Satriani não quis tocar no Deep Purple?

Enquanto desenvolvia uma reputação como guitarrista notável, o guitarrista Joe Satriani se viu em um dilema – quando Ritchie Blackmore deixou o Deep Purple, a banda chamou-o para se tornar um membro oficial. Foi uma decisão difícil.

“Eles eram, e são, uma grande banda e funcionam como uma grande e funcional unidade de rock, e eu era um artista solo que fazia coisas das quais as pessoas gostavam. Se eu tivesse entrado, eu teria que diminuir esse meu lado pra me tornar um membro do Purple e dar a eles o tempo e o respeito que eles mereciam e eu realmente não estava pronto pra isso”.

“E, é claro, eu estava preocupado em ter Ritchie Blackmore nos meus ombros. Eu era e ainda sou um grande fã de sua música e você realmente não pode substituir alguém como ele”.

“Eu falei sobre isto com Steve Vai e ele disse: ‘Joe, se puder evitar, nunca entre em uma situação onde você estiver substituindo alguém famoso, onde os fãs e os jornalistas estarão sempre lhe comparando com o outro cara. Então parece que foi a escolha certa. Eu apenas não era o cara que devia integrar o Deep Purple”.

(texto extraído de whiplash.net)