A petulância de Pink Floyd com Stanley Kubrick em “Laranja Mecânica”

O baterista Nick Mason admitiu, em entrevista à Uncut, que os integrantes do Pink Floyd foram “petulantes” com o cineasta Stanley Kubrick. A banda não autorizou que o diretor utilizasse a música “Atom Heart Mother” no filme “Laranja Mecânica”, lançado em 1971. A maior parte dos relatos sobre a “petulância” indicam que Stanley Kubrick queria usar a música, mas não especificava o seu plano – ainda assim, ele desejava manter o direito de utilização da forma que quisesse. O vocalista e baixista Roger Waters não ficou satisfeito e acabou proibindo que o cineasta trabalhasse com a canção, de 23 minutos e 44 de duração e seis partes diferentes. À Uncut, Nick Mason explicou o que pode ter acontecido. “Provavelmente, foi porque ele não nos deixou fazer nada para ‘2001: Uma Odisseia no Espaço’ (filme de Stanley Kubrick, de 1968). Soou petulante!”, disse o baterista. Em seguida, Mason reforçou que não se recorda do incidente envolvendo “Laranja Mecânica”. “Não lembro se ele pediu algo de ‘Atom Heart Mother’. Adoraríamos ter nos envolvido com ‘2001’, achamos que era o tipo de coisa para a qual deveríamos fazer a trilha sonora”, afirmou.

Extraído de Whiplash.net

Deixe uma resposta

Comment
Name*
Mail*
Website*